Porque há vida para além da paisagem... para além da rotina diária, do mundo das notícias e do ecrã. Reflexões daqui, dali de acolá ... e de cá de dentro, que é onde a nossa paisagem se molda e gera paz.

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Fomos à Tomatada

Na minha Bucket List mental, tinha um item: ir uma vez à Tomatina, em Espanha.

Pois bem, a Associação 20Km de Almeirim organizou, no dia 1 de Setembro, o Todos à Tomatada, um evento que acaba por fazer lembrar o espanhol, mas bem aqui pertinho.



Com a curiosidade de uma primeira experiência lá fui, com a minha cara metade. Programa a dois curioso, mas muito divertido e que permitiu momentos ricos de alma, de vida. Que exagero, dirão alguns, mas assim foi. Que isto de andar à tomatada tem um je ne sais quoi de libertador...Ah, pois é!


O evento estava muito bem organizado e foi bem acolhido pelas pessoas. Muitas críticas se ouviram sobre a utilização dos tomates, mas tudo foi justificado pela organização, com a utilização de produto já impróprio para consumo humano e que ainda assim, no final da noite foi recolhido e distribuído a animais. 

Não tenho muita paciência para fundamentalismos, as identidades do povo também se veêm nestas manifestações, que servem tanto de aproximação cultural (dentro da povoação e por esse país todo, tantas as localidades representadas) como de divulgação de regiões, destacando um dos seus produtos mais significativos. Por isso, almas incomodadas, não se matou nenhum animal, e deixem lá o povo divertir-se, em vez de se armarem em Velhos do Restelo rezingões, que tiram a graça a tudo... Relaxem um bocadinho!

Quanto ao evento em si, a coisa requer alguma preparação: calçado que proteja os pés, óculos, telemóvel com capa de isolamento... Assim, torna-se mais agradável. Recebemos também indicações para esmagar primeiro os tomates antes de os arremessar. E pronto, a seguir é libertar a criança cá de dentro do peito e rir... rir muito!



Como sugestões, dado o calor que se faz sentir, talvez pudessem fazer  o evento um pouco mais tarde, o que permitiria também viver a Tomatada de dia, ao pôr do sol e de noite. Com iluminação, as fotos também devem ficar bonitas! Mais chuveiros. Mais divulgação dentro da cidade ( por exemplo, no hotel onde ficámos, ninguém sabia da iniciativa e onde ia decorrer). E que dentro dos tractores, apenas fique pessoal da organização, que isto há sempre quem se estique e mande os ditos inteiros, causando algumas nódoas negras.

De resto, parabéns e até para o ano!







PS: Alguém sabe como se tiram nódoas de tomate da roupa?! ...Muito agradecida...